Defensive Seacrop

SEACROP Fertilizante

SEACROP é um Fertilizante Foliar Misto a base de alga (Ascophyllum nodosum), encontrado no mar do Atlântico Norte extraído através de um processo único e patenteado.

Seacrop é o único produto mundial a conter esta quantidade de extrato puro de Ascophyllum nodosum (86% líquido ou 42% sólido), com 55% de Carboidrato.

O ambiente em que habita, apresenta diversas intempéries ao longo de sua vida, visto que fica em uma região entremarés, como por exemplo, exposto a presença de salinidade, ao sol e às ondas, temperatura, luminosidade, baixa umidade que ocasionam estresse geral na alga a todo o momento. Pode demorar aproximadamente cinco anos antes de se tornar fértil e ser colhida.

Hoje se trata da Alga mais estudada pelos fisiologistas vegetais e nutricionistas em todo o mundo, por conter altas concentrações de inúmeras substâncias orgânicas, cuja função é maximizar o metabolismo da planta, resultando em grandes diferenciais nas diversas etapas fenológicas das culturas.

SEACROP possui em sua formulação 58 elementos entre eles, Carboidratos, Aminoácidos, Enzimas, Vitaminas, minerais, etc. Cerca de 55% do peso seco da Alga Ascophyllum nodosum é formado por carboidratos prontamente assimiláveis pela planta, dentre eles Ácido Algínico, Manitol, Laminarin, Fucoidan, entre outros.

– Ácido Algínico (Alginatos): Forte ação antioxidante, proporcionando brilho nas folhas, enraizamento, e longevidade da cultura. Os Alginatos são muito usados nas indústrias de cosméticos pela forte ação antioxidante e rejuvenecedora.
– Manitol: Ação antiestressante.
– Laminarin: Responsável por reserva de energia ATP. Proporciona equilíbrio metabólico em plantas exaustas (pós-colheita).
– Fucoidan: Ação antioxidante.

Possui 4,5% de aminoácidos livres de cadeias curtas, que regulam a pressão osmótica, permitindo à planta maiores resistências, contra seca, fitotoxidade, e ações antiestresse.

Esta alga proporciona para a planta de citrus, um equilíbrio osmótico adequado, restaurando os níveis de carboidratos dentro da planta, no momento em que ela mais necessita, sendo a fase de pegamento de frutos. Regulando o suprimento adequado de assimilados (os níveis de açúcares nas reservas dos tecidos lenhosos), faz com que a planta atrase a senescência das folhas e diminua os níveis de ácido absísico produzido na fase de pegamento (que provoca a queda de frutinhos), fazendo assim, com que a planta segure uma carga de frutos maior.

Portanto, o Seacrop entrega às plantas elementos para que possa maximizar suas atividades metabólicas, sem as perdas ocasionadas por adversidades bióticas e abióticas, resultando assim em maior performance e produtividade.

Informe